quarta-feira, 23 de novembro de 2022

Em representação no TSE, PL diz que Bolsonaro teve 51,05% dos votos

 O presidente do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, entrou com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral, nesta terça-feira (22), pedindo a anulação dos votos feitos em modelos de urnas UE2009, UE2010, UE2011, UE2013 e UE2015 nas eleições de 2022. Além disso, o documento afirma que Bolsonaro teria mais de 51% dos votos no segundo turno.

A alegação é de que houve “desconformidades irreparáveis de mau funcionamento” nos modelos. No documento, eles afirmam que os modelos tiveram falhas na individualização de cada arquivo de ‘LOG DE URNA’ e repercussão em etapas posteriores, como o Registro Digital do Voto e emissão do Boletim de Urna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
[google15e3fca17010618c.html]