quinta-feira, 17 de maio de 2018

Daniel Coelho chama de farra pré-eleitoral criação de novos municípios


O deputado federal Daniel Coelho (PPS-PE) criticou acordo selado por diversos partidos políticos que permitiu a aprovação, na Câmara dos Deputados, do regime de urgência para se votar um projeto de Lei Complementar que pode resultar na criação de mais de 200 novos municípios no Brasil.

O regime que permite o avanço da proposta foi aprovado na noite da última quarta-feira (16) por 337 votos a 36. Daniel Coelho votou contra e disse que a proposta é oportunismo eleitoral.

“Em mais um acordo entre PT, PMDB e outros partidos, tem ‘os Fora, Temer’ e ‘os de Temer’. Estão todos combinando para dar a oportunidade de criar novos municípios no Brasil, a partir de 6.000 habitantes. Não dá para aceitar isto. É a farra dos políticos em véspera de eleição”, afirmou.

Para o parlamentar pernambucano, com a eventual criação de novas cidades surgem também os gastos públicos com novas estruturas de poder, a contratação de servidores, dinheiro que, segundo ele, poderia ser investido em políticas públicas.

“[A criação de novos municípios] significa mais duzentos prefeitos, mais de 2 mil vereadores, milhares de secretários, mais de 20 ou 30 mil cargos comissionados. O povo brasileiro não quer isto. Quer menos estado, menos vereador, menos prefeito, para ter mais médico no posto de saúde, para ter mais professor na escola e mais policial nas ruas”, comparou.

Para ser aprovado, um texto de projeto de lei complementar precisa do apoio de 257 deputados. A votação da matéria deve ocorrer nos próximos dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário