quarta-feira, 30 de setembro de 2015

CPI será instalada para investigar faculdades ilícitas no Estado

O deputado Rodrigo Novaes (PSD) usou a tribuna da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para falar da instalação da CPI das faculdades falsas em Pernambuco. O parlamentar solicitou a instalação da CPI, com o intuito de investigar e apurar instituições de ensino superior e de pós-graduação que estariam atuando de maneira irregular pelo MEC- Ministério da Educação e enganando a população.

“A CPI vai ajudar a investigar as denúncias que recebemos, além de tirar do mercado as empresas que estão iludindo, e principalmente mexendo com o futuro de nossos jovens”,afirmou Rodrigo.

A ideia da CPI surgiu depois da audiência pública realizada na última semana junto com a deputada Teresa Leitão (PT), pela Comissão de Educação. Na ocasião, alunos e professores de diversas entidades falaram da situação difícil que se encontravam.

Novaes citou várias faculdades suspeitas de fraude, como por exemplo, a Faexpe, sediada em Caruaru, acusada de enganar 15 mil alunos em 43 municípios no estado.  

Informações do Blog da Folha 

Um comentário:

  1. As IES - Instituições de Ensino Superior de natureza livre... não reguladas pelo MEC e que agem de boa fé... surgem por conta da incapacidade do Poder Público em atender a grande demanda de cidadãos que querem ingressar no Ensino Superior... estes alunos não podem ter os seus estudos prejudicados... existem mecanismos legais que possibilitam o aproveitamento e convalidação destes estudos com a devida diplomação... o MEC através do CNE já emitiu uma série de Pareceres favoráveis aos alunos oriundos de cursos irregulares... o Parecer 202/2003 do MEC/CNE de 29/09/2003 em favor da FACIB - Faculdade da Ibiapaba é uma solução para o problema... muitos alunos e instituições se apoiaram nos efeitos positivos do referido Parecer que serve de jurisprudência na solução deste tipo de conflito!!!

    ResponderExcluir