ANUNCIE LIGUE AGORA 81 9 9685-2843

ANUNCIE LIGUE AGORA 81 9 9685-2843

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Professores recusam proposta do Governo e voltam à greve

Foto: Islan de Souza
Professores da rede de ensino estadual rejeitaram a proposta de reajuste de 6% dividido em três parcelas do Governo do Estado. Em assembleia realizada pela categoria, nesta quinta-feira (21) no Clube Português, eles decidiram decretar greve e deflagrar para o dia 29, com uma reunião marcada para às 14h em frente a Alepe. Até lá, os servidores continuarão indo às escolas. No dia 28, eles farão uma mobilização dentro dos colégios usando roupas pretas.

A proposta do governo visava o reajuste de 6% fragmentado em três meses - 2% em junho, 2% em agosto e 2% em dezembro - para os professores. A categoria reivindicava um aumento nos vencimentos de 13,01% para todos os servidores, referente à Lei do Piso do Ministério da Educação.

Durante a assembleia, apenas um servidor concordou com o aumento de 6% em três parcelas e foi vaiado. Outros professores reclamaram da proposta oferecida e gritaram pela retomada da greve. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintepe), Fernando Melo, a oferta recusada é "menor do que os 13% esperados". A categoria exigia 19% inicialmente, pra concluir a meta de 100% no final do mandato do governo.

GREVE

O ensino da rede estadual passou por uma greve de 21 dias, deflagrada no dia 10 de abril pelos professores e suspensa no dia 04 de maio.

Com informações da Folha de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário