ANUNCIE LIGUE AGORA 81 9 9685-2843

ANUNCIE LIGUE AGORA 81 9 9685-2843

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Diretoria do SINPOL vai à assembleia pelos direitos dos servidores

Em audiência pública realizada na manhã desta quinta-feira (26), um dia após a 2ª Assembleia Geral dos Policiais Civis, realizada na sede do Sinpol a diretoria do sindicato esteve presente em uma discussão no plenário da Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) sobre o Pacto Pela Vida e também da segurança pública no Estado de um modo geral.

O presidente do Sindicato, Áureo Cisneiros, esteve presente na Alepe e subiu foi até o plenário, onde discursou para os deputados, imprensa e público presentes, deixando clara as atuais condições atravessadas pela Polícia Civil em todo o Estado e que, se as coisas não mudarem, a violência em Pernambuco só tende a piorar.

Áureo também destacou que o programa Pacto Pela Vida não se converteu em um fracasso total, mas que o que deu certo, é por mérito dos servidores que trabalham na segurança pública, que pela determinação em exercer seu trabalho de forma correta e profissionalismo, muitas vezes acumulam funções e precisam até mesmo recorrer a improvisos, aumentando ainda mais o risco de vida em suas atividades.

Os diretores mantiveram a mesma postura enérgica diante dos Deputados, alertando que se nada for feito pelos policiais civis de Pernambuco, a instituição, por mais boa vontade e satisafação que tenha em servir à sociedade, não aguentará as péssimas condições de trabalho e salariais e poderá entrar em colapso, tendo em vista que, além dos problemas já mencionados, a desistência de servidores por conta da falta de valorização por parte do Governo é cada vez mais frequente, causando uma redução de quadro que acabará, porventura, inviabilizando o funcionamento da Polícia Civil.

Seguindo esta linha de raciocínio, Áureo pediu aos legisladores que prestem atenção à categoria e cobrou que a pauta de reivindicações seja atendida o mais rapidamente possível, uma vez que a categoria encontra-se unida e poderá paralisar suas atividades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário