segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

SINTEPE- Falta de Diálogo

O primeiro mês de gestão do atual governador estadual está sendo marcado pela falta de diálogo com os servidores da Educação. No dia 9 de janeiro, o Sintepe enviou um ofício solicitando uma audiência para dar inicio ao processo de negociação, tendo como foco as demandas da categoria. O documento foi encaminhado ao gabinete do governador Paulo Câmara, com cópia para o secretário de Educação Fred Amâncio. Até o momento, o sindicato não recebeu retorno com uma data para este primeiro encontro.

O Sintepe ressalta que essa audiência é de extrema importância para a discussão sobre melhorias da Educação Pública no Estado. Uma vez que, entre as promessas de campanha do governador eleito, o setor foi apresentado como prioridade. O hiato nas conversas entre o Poder Executivo e a representação Sindical é visto como algo negativo, pois o Sintepe tem como prioridade a discussão produtiva, fazendo as cobranças devidas junto ao governo.

Nas ultimas semanas, o Sintepe vem recebendo diversas ligações de docentes com dúvidas sobre o reajuste do Piso Nacional dos Professores apresentado pelo Governo Federal. No início do mês foi aprovado o aumento de 13,01%, contudo, esse valor só poderá ser acrescido aos vencimentos após a aprovação nas assembleias legislativas dos Estados. Como o mês de janeiro é marcado pelo recesso parlamentar, a expectativa é que o projeto de lei só seja votado no Legislativo Estadual em fevereiro.

É importante destacar ainda que, como parte da luta por valorização profissional, o Sintepe reivindicará ao governo do Estado um percentual de reajuste superior aos 13,0%. O Sindicato entende que o aumento do piso é garantido por lei, cabendo à reapresentação da categoria buscar um salário cada vez mais digno. Além disso, durante a campanha eleitoral, entre as promessas desse governo estava o reajuste de 100% nos vencimentos dos professores, a ser alcançado durante os quatro anos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário