domingo, 25 de janeiro de 2015

Jeep fabricado em Goiana,deve custar R$ 70 mil reais

Estimativas de fontes ligadas à Jeep dão conta de que o Renegade, o carro que está sendo produzido no polo automotivo de Goiana, na Mata Norte, custará entre R$ 70 mil, o modelo mais básico, e R$ 110 mil, o modelo top de linha, com tração nas quatro rodas, câmbio automático e todos os itens opcionais que o veículo poderá ter. O protótipo deste último foi o escolhido nessa sexta (23) pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto, para testar o veículo made in Pernambuco. A assessoria de comunicação da Jeep não confirmou os preços do carro e informou que os valores oficiais só serão divulgados no lançamento do veículo.

A fábrica, que estava prevista para ser inaugurada em março, só terá a fita cortada oficialmente em abril. No entanto, o período de testes se encerra em fevereiro, quando começam a ser produzidos os primeiros veículos para abastecer o mercado.

Embora só chegue ao mercado brasileiro em abril, o Jeep Renegade tem previsão de lançamento nos Estados Unidos em duas semanas, o que pode balizar os valores dos veículos no mercado nacional. Além do Brasil, o modelo é produzido também nos Estados Unidos, Itália e, em breve, na China.

A fábrica terá capacidade de produção de 250 mil veículos anualmente. Como só começa a produzir em 2015 no mês de fevereiro, a unidade ainda não previu quantos carros sairão da linha de montagem este ano. Mas estima-se que cerca de 100 mil Renegades sejam produzidos neste ano.

Apesar de já ter feito inúmeros testes, o primeiro ano de operação servirá para fazer ajustes industriais, principalmente entre a montadora e as indústrias fornecedoras do polo automotivo.

Além do Brasil, os caros fabricados no Brasil serão distribuídos em países da América Latina, especialmente a Argentina.A rede de concessionárias em solo nacional deve chegar a 150 lojas exclusivas. A maior quantidade deve ficar em São Paulo, que detém também a maior fatia do mercado. Recife deverá contar com três concessionárias, segundo os planos da empresa. As lojas venderão não apenas o Renegade, mas outros modelos Jeep produzidos nos Estados Unidos.

Além do Brasil, os caros fabricados no Brasil serão distribuídos em países da América Latina, especialmente a Argentina.A rede de concessionárias em solo nacional deve chegar a 150 lojas exclusivas. A maior quantidade deve ficar em São Paulo, que detém também a maior fatia do mercado. Recife deverá contar com três concessionárias, segundo os planos da empresa. As lojas venderão não apenas o Renegade, mas outros modelos Jeep produzidos nos Estados Unidos. 

Informações do NE10 

Nenhum comentário:

Postar um comentário