sábado, 27 de dezembro de 2014

Helicóptero cai em Bertioga (SP) e mata cinco pessoas, sendo uma criança

Um helicóptero caiu em uma área de mangue em Bertioga na manhã deste sábado (27), por volta das 10 horas, de acordo com o Corpo dos Bombeiros. As cinco pessoas que estavam na aeronave, sendo uma criança, morreram carbonizadas.

Três dos cinco ocupantes do helicóptero eram da mesma família. Marcelo Müller, de 33 anos, e Lumara Rocha Müller, de 31 anos, estavam com a filha Geórgia Passos Müller, de 2 anos, no momento do acidente. A queda da aeronave vitimou também o piloto, Thiago Yamamoto, e a babá de Georgia, ainda não identificada.

Marcelo Müller era de uma família tradicional do interior de São Paulo e um dos acionistas da Companhia Müller de Bebidas, responsável pela fabricação da Cachaça 51. A companhia tem três fábricas, uma delas no Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife.

O helicóptero, modelo esquilo, prefixo PT-HNC, caiu próximo ao km 229 da rodovia Rio-Santos e explodiu no chão. Os bombeiros estão no local e uma unidade da Cenipa (Centro De Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) está a caminho para iniciar as investigações. Os nomes e a idade das vítimas não foram revelados.

Com capacidade para cinco passageiros, o helicóptero pertencia à Helimarte, empresa de táxi aéreo. Informações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) são de que não há irregularidades com a aeronave. A Helimarte foi procurada pela reportagem, mas ninguém foi encontrado para comentar o acidente.

O helicóptero tinha revisão válida até 11 fevereiro de 2015, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A última revisão, válida por um ano, havia sido feita em fevereiro deste ano.

Ainda segundo a Anac, o helicóptero foi comprado pela Helimarte Táxi Aéreo em 2008 e tem certificado de aeronavegabilidade válido até 2020. Desde 2005, no entanto, a Esquilo estava incorporado à frota da Helimarte. A aeronave decolou do Condomínio Iporanga, em Guarujá, e caiu poucos minutos depois.

A empresa de taxi aéreo Helimarte confirmou em nota ser proprietária do helicóptero modelo Esquilo, que caiu. Segundo a empresa, a aeronave fazia o trajeto Guarujá-São Paulo quando ocorreu o acidente.

A empresa informou que a aeronave estava em perfeitas condições de voo e aeronavegabilidade e que colabora com a apuração do ocorrido. "Profundamente compungida, a Helimarte lamenta a perda das vidas dos nossos passageiros e de nosso piloto e se solidariza com suas famílias", diz a nota. 


Do Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário