terça-feira, 7 de outubro de 2014

Quem ganhou e quem saiu perdendo com as eleições 2014 em Vicência

O resultado final da eleição deste ano em Vicência ajudou há mostrar um pouco o quadro político visando 2016. Lógico que ainda está cedo para dar qualquer prognóstico sobre o próximo pleito, mas deixa claro quem tem reais chances na próxima disputa. 

O grupo do Prefeito Paulo Tadeu (PSB) se saiu muito bem. Fez os deputados majoritários do município e de queda seus candidatos ainda venceram na chapa majoritária: Fernando, Paulo e Marina. Um passarinho amarelo me contou que os supostos candidatos (a) a prefeito (a) são: Dija, Tita, Lyndon Johnson (é sério) e Carlos Wilson.
Guiga e o Deputado Federal André de Paula (PSD)
Outro grupo que tem muito que comemorar é denominado de “Turma Verde”. Chegaram comendo pelas beiradas, e quando abriu as urnas: 1.648 votos para o Deputado Federal André de Paula (segundo mais votado) e outros 1.110 votos para o Estadual, Antônio Moraes. No grupo estão os vereadores, Jânio e Tôta; lideranças locais, e Guiga, filho do saudoso Dr. Guilherme. Guiga já fala abertamente em sua pré-candidatura a prefeito de Vicência. Diga-se de passagem, um nome para oxigenar a política de Vicência, que há anos, não ver uma carinha nova.

Também surpreendeu foi à ótima votação do candidato a Deputado Estadual Botafogo em Vicência. Apoiado pelo professor Eptágoras, suplentes de vereadores e os Agentes de Saúde, o ex-prefeito de Carpina obteve 1.156 votos, ficando na quarta colocação. Eptágoras também vem colocando seu nome a disposição de uma possível candidatura.
Foto Djalma Lopes
Quem não deve ter gostado muito do resultado desta eleição foi o Vereador Romeu Ataíde (PT), seus candidatos a deputado estadual e federal não conseguiram se eleger. Além disso, a tradição de Romeu em fazer os deputados mais votados do município foi quebrada. Sua estadual (junto com o Vereador Irmão Francisco), Cássia do Moinho foi bem votada, conquistando 1.934 votos, mas ficando na segunda colocação, já o Federal, Dílson Peixoto, só obteve 805 votos, amargando o sexto lugar. A única vitória do vereador petista foi divida com o prefeito Paulo Tadeu, já que os dois apoiaram Fernando e Paulo, mas pra completar, Dilma foi derrotada no município com uma diferença de mais de 2.500 votos. Agora é aguardar o segundo turno!

Foto Don Digital
Quem também não tem muito que comemorar é o presidente da Câmara Municipal de Vicência, o Vereador Bidoga (PMDB). O seu candidato a Deputado Estadual, Gustavo Negromonte (PMDB) que em 2010 teve mais de 1.600 votos, este ano, conseguiu apenas 728 votos em Vicência. Além disso, Gustavo não conseguiu sua reeleição. Mas, Bidoga pode comemorar a vitória de Paulo Câmara, já que Raul Henry foi eleito vice-governador.


O grupo que saiu mais abatido desta eleição foi do ex-prefeito Mário Ramos e Usina Laranjeiras. Em relação a Deputado Estadual, José Humberto (PTB), teve 1.432 votos e ficou na terceira colocação, mas, logicamente, que a derrota de Armando Monteiro (PTB) em Vicência e no estado, enfraquece o grupo. Vão ter que sacudir a poeira e refazer as estratégias se querem visar 2016.

Antes de reclamar, pare e pense se não foi isso mesmo! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário