terça-feira, 17 de junho de 2014

Armando apresenta balanço do Pernambuco 14

Foto: Clemilson Campos/Folha de Pernambuco
O pré-candidato pelo PTB ao Governo do Estado, senador Armando Monteiro Neto, apresentou nesta segunda-feira (16), ao lado do pré-candidato ao Senado, deputado federal João Paulo (PT), um balanço do projeto Pernambuco 14. Por cerca de 45 dias, as plenárias conseguiram mobilizar mais de 26 mil pessoas, em 14 reuniões realizadas em todas as microrregiões de Pernambuco.

A iniciativa, que teve a primeira plenária foi realizada em 26 de abril, em Igarassu, colheu ao longo desse período 5.232 propostas da população, divididas em quatro eixos temáticos: desenvolvimento, qualidade de vida, cidadania e infraestrutura. As cinco principais prioridades apontadas pelos participantes no Pernambuco 14 foram educação, saúde, segurança pública, estradas e transportes.

De acordo com o senador, o projeto foi exitoso por duas razões: pela qualidade e conteúdo das contribuições e pela mobilização em torno do processo eleitoral. As propostas devem ser incorporadas ao programa de governo que o petebista deve apresentar dentro de três semanas. “Vamos montar um programa de governo que não seja eleitoreiro, o qual podemos assumir o compromisso”, afirmou.

“Você aí vai encontrando em cada região algumas nuances, algumas mudanças de ênfase, de percepção, e você vai verificando que o déficit às vezes da presença do governo é maior ou menor. Algumas áreas são mais percebidas como áreas críticas”, analisou o senador.

Segundo o parlamentar, o que pode ser dito de uma forma geral é que o problema da saúde, da segurança, da educação e os problemas relacionados também com a agenda da cidadania, “essas questões são percebidas de forma muito forte”.
Questionado se teria mudado o discurso, reconhecendo o desenvolvimento estadual, o senador Armando Monteiro Neto disse que não ia desqualificar um governo do qual já fez parte.

“É evidente que não vou desqualificar nem desconstruir um governo que já tive nele”, afirmou, reconhecendo que o Governo do Estado promoveu ações importantes, citando o Pacto pela Vida e avanços na área educacional. Segundo ele, embora Pernambuco ainda se situe mal no índice de educação, na área da saúde, por exemplo, construiu alguns hospitais com a ajuda do Governo Federal. 


Blog da Folha

Nenhum comentário:

Postar um comentário